Correio Eletrónico

O que é?

O correio electrónico ou também e-mail (abreviatura de “electronic mail”) é uma ferramenta de comunicação que permite o envio de mensagens escritas e ficheiros pela Internet, de uma forma rápida, independentemente da localização do destinatário (a recepção de um e-mail poderá demorar breves instantes a alguns minutos, dependente do tamanho do mesmo).

Uma das grandes funcionalidades desta ferramenta é que possibilita a existência de vários destinatários para o mesmo conteúdo, sendo até possível a criação de listas de distribuição de endereços de e-mail.

O correio electrónico é assim um canal de comunicação indispensável, utilizado em todo o mundo. Para poder enviar um e-mail, é apenas necessário:

  • Possuir uma ligação à Internet;
  • Estar registado num servidor de e-mail (existem vários gratuitos, como o Gmail, Hotmail, Sapo, etc.);
  • Escrever a sua mensagem e colocar o endereço electrónico do destinatário no campo correspondente;
  • Clicar em enviar;

 

O que pode correr mal?

Sendo uma ferramenta de comunicação, o correio electrónico é susceptível a riscos.

Um dos riscos mais comuns é a propagação de vírus e a infecção dos computadores de utilizadores domésticos e empresariais. Os vírus são propagados de diversas formas, como por exemplo, através de mensagens não solicitadas de correio electrónico (SPAM) com malware anexado ou presente em links do e-mail.

Executar um ficheiro malicioso através deste canal, pode dar origem a situações como:

Recolha de Contactos/Ficheiros

Os vírus propagados por mensagens de correio electrónico em massa (SPAM) podem ter como objectivo a recolha de endereços de correio electrónico da lista de contactos ou a recolha/infecção de ficheiros do computador da vítima.

Infecção em cadeia

Alguns e-mails apresentam um remetente que tenta ser credível e convidam o utilizador a clicar em links contaminados ou a revelar informações pessoais/privadas. Saiba mais sobre este tipo de ataques na área de Phishing.

Instalação de “backdoor”

Uma “backdoor” (traduz-se como “porta dos fundos”) pode ser usada por um atacante remoto para aceder ao computador da vítima, permitindo assim adicionar, modificar ou apagar ficheiros no sistema, bem como registar credenciais de entrada e outras informações pessoais. Estas “backdoors” podem também ser utilizadas para ataques distribuídos de negação de serviços (conhecidos por DDoS – Distributed Denial of Service) contra outros sítios de Internet.

Envio de SPAM

Uma proporção significativa dos ataques de SPAM ocorre utilizando sistemas infectados. Estes sistemas comprometidos são, com frequência, computadores pouco protegidos e que foram expostos a malware.

Alguns e-mails apresentam um remetente que tenta ser credível e convidando o utilizador a clicar em links contaminados ou a revelar informações pessoais/privadas. Saiba mais sobre este tipo de ataques na área de Phishing.

 

O que fazer para estar mais seguro?

Uma utilização informada é a melhor forma de prevenir a infecção do seu computador e impedir outros riscos. No entanto, apresentamos algumas técnicas para reduzir eventuais ameaças ao utilizar esta ferramenta:

Mantenha uma aplicação antivírus actualizada

Ter um software antivírus sempre activado e actualizado ajuda a prevenir que e-mails com conteúdo malicioso infectem o sistema. Muitos pacotes antivírus suportam actualização automática de definições de vírus. A utilização destas actualizações automáticas é recomendável. Alguns destes sistemas detêm a funcionalidade de analisar automaticamente os e-mails recebidos, revelando eventuais falhas de segurança;

Ative o filtro de SPAM

A maioria dos servidores de correio electrónico possui a funcionalidade de filtragem de SPAM. Embora não seja infalível, este reduz consideravelmente os e-mails de origem suspeita. No entanto, verifique a pasta de SPAM com frequência, dado que algumas mensagens poderão ser consideradas SPAM por engano do sistema.

Mensagens Corrente

O utilizador pode receber na sua caixa de correio electrónico mensagens de alarme sobre vírus, fenómenos alarmantes ou perigos para a saúde, entre outros, contendo informação que, à primeira vista, parece verdadeira, mas muitas vezes não é. A estes e-mails dá-se o nome de "hoaxes", ou boatos, e o seu propósito é fazer o cibernauta reenviar aquela mensagem para o maior número de pessoas conhecidas e, assim, apropriarem-se de endereços de e-mail. Verifique a veracidade dos conteúdos que recebe no seu e-mail, e não alimente correntes de e-mail. Desconfie de mensagens de entidades que o informam que ganhou prémios.

Não execute programas de origem desconhecida

Desactive opções que permitam abrir ou executar automaticamente ficheiros ou programas anexados às mensagens. Não descarregue, instale ou corra programas a menos que saiba que este é da autoria de uma pessoa ou entidade em que confia. Suspeite sempre de anexos inesperados. Não basta que a mensagem tenha origem num endereço que reconhece, dado que os computadores dos seus contactos podem ser infectados. Os utilizadores devem ter igualmente cuidado com links nas mensagens de correio electrónico. Estes endereços podem conduzir a conteúdo malicioso ou a websites especializados em técnicas de Phishing.

Não envie informação confidencial por e-mail

O e-mail não é um meio seguro para enviar informação ou dados que não deseja que sejam vistos por terceiros, dado que este serviço pode ser interceptado no seu percurso. Se deseja enviar informação confidencial, recorra a e-mails encriptados. Explore soluções comerciais ou gratuitas ao seu dispor na Internet que codificam os seus dados do remetente para o receptor.

Active a firewall do seu sistema

Uma firewall filtra portas e protocolos de Internet específicos, evitando que o utilizador execute programas ou páginas de Internet potencialmente prejudiciais. Uma “firewall” não protege o seu sistema de um vírus propagado por correio electrónico, mas pode evitar que o vírus descarregue componentes adicionais ou execute ataques contra outros sistemas. Infelizmente, uma vez dentro do sistema, um vírus pode activar ou desactivar uma firewall, eliminando assim a sua protecção.

Desactive o JavaScript, ActiveX ou programas Java

Caso o programa de correio electrónico permita, desactive o modo de visualização de e-mails em formato HTML.

 

Receba todas as notícias e eventos no seu email