Fóruns e Redes Sociais

O que são?

Os fóruns e redes sociais estão enraizados no nosso dia-a-dia. Enquanto seres sociais, os seres humanos procuram constantemente interagir com outros, nas mais diversas ocasiões. Esta realidade também se aplica ao mundo da Internet, permitindo que as pessoas comuniquem entre si em qualquer parte do mundo.

Existem várias redes sociais e fóruns, que se diferenciam pelo tipo de conteúdos que é possível partilhar, as temáticas, os objetivos e a forma de comunicar. No entanto, o objetivo comum destes canais é permitir ao utilizador expressar-se e comunicar com outros utilizadores que partilhem interesses semelhantes ou que façam parte dos mesmos grupos.

Para participar numa rede social, é necessário registar-se no serviço (geralmente gratuito). O registo implica a associação de uma conta de e-mail e, em alguns casos, de um número de telefone, bem como alguns dados pessoais do utilizador. A partir da confirmação do registo, o utilizador pode começar a publicar e partilhar conteúdos através destes canais.

 

O que pode correr mal?

Estes canais de comunicação, como vários serviços a operar na Internet, apresenta alguns riscos, nomeadamente:

  • Publicação de dados pessoais na página de perfil;
  • Possibilita o Roubo de Identidade;
  • Existência de Perfis Falsos;
  • Perder o controlo de conteúdos publicados;
  • Canal que permite o Cyberbullying;
  • Ausência de controlo efetivo da idade dos participantes;
  • Ausência ou dificuldade de moderação;
  • Podem provocar sintomas de dependência nos seus utilizadores.

 

O que fazer para estar mais seguro?

Considerando a popularidade das redes sociais, torna-se necessário ao utilizador conhecer as formas de lidar e se proteger contra possíveis riscos presentes na rede. Destacamos alguns destes comportamentos:

  • Não fornecer dados pessoais inadvertidamente, que possibilitem identificar/localizar o utilizador;
  • Não aceite pedidos de amizade caso o conteúdo do perfil o deixe desconfortável;
  • Não responda a comentários ou conteúdos ofensivos;
  • Compreenda que ao publicar, está a perder o controlo sobre esse conteúdo;
  • Coloque o seu perfil como privado;
  • Aceite apenas contactos que já conhece pessoalmente;
  • Evite conhecer contactos virtuais pessoalmente;
  • Não partilhe informações pessoais sobre outros utilizadores.

 

Mais informações

Tumblr

O Tumblr é uma rede social que se baseia no princípio que “tudo pode ser partilhado”. Textos, fotografias, afirmações, links, músicas e vídeos podem ser partilhados, independentemente de onde provêm (Internet, Smartphone, Computador, ou até outros utilizadores).

Este serviço é uma plataforma de cruzamento entre uma rede social e um blog e pode ser visto como um “microblog”, visto que os utilizadores partilham geralmente, pequenos trechos de texto e alguns conteúdos de media.

Dada a sua versatilidade, este serviço encoraja a criatividade por parte dos seus utilizadores e não coloca quaisquer restrições. Se esta característica pode ser vista como uma mais-valia para os utilizadores mais jovens, representa também certamente um risco para estes utilizadores.

A rede Tumblr, permite que um mesmo utilizador faça partilhas de fotografias pessoais ou gifs animados da sua série preferida (independentemente de a mesma estar protegida com direitos de autor), e possibilita igualmente publicação de conteúdos dirigidos a adultos, nomeadamente material pornográfico. Assim, facilmente um jovem tem acesso a conteúdos inadequados através desta rede social.

Todos os perfis Tumblr são públicos por defeito e, logo que um perfil seja configurado, um blog público é automaticamente gerado. O objectivo principal do Tumblr é encorajar os utilizadores a interagir entre si e partilhar conteúdos entre perfis. Esta rede também permite que um utilizador bloqueie a interacção com outro.

Actualmente o Tumblr tem cerca de 200 milhões de blogs activos. Esta rede social foi adquirida pela Yahoo em Junho de 2013.

As 10 fotos que os pais não devem publicar na Internet

As redes sociais estão cada vez mais presentes nas nossas vidas e também nas vidas dos nossos filhos. Muitos pais passam pela tentação de colocar fotos dos filhos no Facebook, e alguns não conseguem resistir a esta tentação.

Phishing, raptos, pedofilia e bullying estão entre os riscos associados à partilha destas fotografias online. Listamos as fotos que os pais e quaisquer outros familiares ou responsáveis por uma criança devem evitar publicar.

Fotos com registo da localização

Antes de tirar uma fotografia ao seu filho, desactive a função de geolocalizador do seu telemóvel ou câmara fotográfica. Caso contrário, a fotografia apresentará a localização onde foi tirada. Utilizadores mal-intencionados podem utilizar estes dados para se aproximarem dos seus filhos.

Fotos de crianças nuas ou a tomar banho

Está a pensar publicar uma foto do seu filho a tomar banho? As suas partes íntimas estão a aparecer? Então pense duas vezes. Estas fotografias, ainda que inocentes, podem cair em redes de pedofilia. Existem vários utilizadores que recolhem fotografias deste cariz para as partilharem em sites de conteúdos ilegais.

Fotos do seu filho de farda/uniforme

Não tire fotografias aos seus filhos com a farda escolar. Não permita que utilizadores desconhecidos identifiquem a escola ou colégio do seu filho através deste pormenor. Da mesma forma que deve evitar partilhar informações sobre o curso dos seus filhos e o horário escolar dos mesmos.

Fotos HD do seu filho

Ao partilhar fotografias de grande qualidade do seu filho, pode correr o risco que a foto seja manipulada e editada para ser utilizada, por exemplo, para publicidade não autorizada.

Fotos da criança com amigos

Nunca publique uma fotografia de outra criança sem a autorização expressa dos pais ou responsáveis pela mesma. A Internet é uma rede pública e os pais do amigo do seu filho podem não gostar nem querer que o seu filho seja exposto.

Fotografias embaraçosas

Imagine o seu filho com 18 anos e pense no que ele iria sentir ao saber que na Internet estava uma fotografia embaraçosa dele. Este tipo de fotografias pode, inclusivamente, deixar o seu filho vulnerável a um ataque de bullying ou Cyberbullying.

Fotos do seu filho com objetos de valor

Evite partilhar fotografias que possam chamar atenção para os bens materiais da sua família. Ninguém precisa de saber, por exemplo, que o seu filho recebeu um iPad como presente.

Fotografias em álbuns públicos

Só porque tem o seu perfil disponível para os seus amigos, não deixe de alterar as definições de privacidade dos seus álbuns. Relembre-se que um dos seus contactos pode copiar o link de uma fotografia do seu filho e partilhar com alguém que não conhece, ainda que com boas intenções.

Pistas de onde a criança mora

Evite fotos onde seja visível a fachada da sua casa, o nome da rua, ou eventuais pontos de referência da morada da sua família.

Fotos engraçadas

Hoje em dia, uma foto engraçada pode dar origem a um fenómeno dos fóruns e redes de partilha, conhecido por memes ou gifs animados. Estes conteúdos são o produto de fotografias que se tornaram virais pelo seu lado cómico.

Sabemos que a lista é extensa, pelo que fica ao seu critério quais as regras e excepções que pretende aplicar ao seu filho.

Receba todas as notícias e eventos no seu email