Roubo de Identidade

O que é?

O roubo de identidade é um crime sério, que ocorre sem o contacto directo com os ladrões e que tem aumentado por todo o mundo. Os desenvolvimentos da tecnologia contribuem para que os crimes sejam cada vez mais sofisticados.

As vítimas do roubo de identidade podem gastar meses ou anos, além de muito tempo e dinheiro para desfazer a confusão criada pelos ladrões. E, além disso, podem perder oportunidades de trabalho, ter empréstimos recusados, ser forçadas a desfazerem-se dos seus bens ou, até mesmo, ser presas por crimes que não cometeram.

 

O que pode correr mal?

 

O roubo de identidade é um processo de duas etapas. Primeiro, alguém rouba as suas informações pessoais. Em segundo lugar, o ladrão usa essas informações para se fazer passar por si e cometer fraude. É importante compreender esta abordagem de duas etapas, pois as suas defesas também têm de funcionar em ambos os níveis.

 

O que fazer para estar mais seguro?

 Tenha uma atitude crítica

É preciso estar ciente dos perigos que rondam a Internet e suspeitar de tudo. Suspeite de todos os serviços, aplicções, mensagens a pedir-lhe informações pessoais.

 

Eliminar emails suspeitos

Quando se recebe um e-mail suspeito é melhor excluí-lo. Deixar uma mensagem de desconhecidos na sua caixa de correio, contendo um anexo potencialmente prejudicial é arriscado. Também é recomendável que você evite descarregar arquivos enviados por terceiros, por exemplo, atualizar o seu Adobe Flash Player através de um site que não o da Adobe.

 

Atenção às redes sociais

Se tem uma conta no Facebook, Twitter ou MySpace, então pode ser um alvo primário para o roubo de identidade. Todas as redes sociais têm sido atacadas de diversas formas, pelos hackers que tentam roubar informações pessoais dos utilizadores. É uma boa idéia aproveitar todos os recursos de segurança ou configurações que a rede social da sua escolha pode oferecer. Também é recomendável que limite a quantidade de informações pessoais que compartilha em qualquer rede social, independentemente de quão severas as configurações de privacidade afirmem ser. Uma regra simples: Nunca forneça o número de telefone, data de nascimento, ou endereço físico no perfil das suas redes sociais. Não dê demasiadas informações, assim haverá menos hipóteses de alguém roubar a sua identidade.

 

Controle as suas contas bancárias

Mantenha controlo sobre as suas contas bancárias, contas de cartão de crédito e histórico de crédito. Sendo proactivo e atento, pode facilmente identificar o uso não autorizado de uma conta, no início, e parar uma fraude. Também é aconselhável utilizar um filtro de phishing no seu browser, para garantir que você não acede a um site bancário falso, através do qual podem ser roubadas as suas credenciais de login.

 

 Proteger a Sua Privacidade e Segurança

Programas maliciosos ou ameaças instaladas no seu computador, podem comprometer as suas informações pessoais. Algumas ameaças são bem conhecidas, por se conectar a um atacante remoto sem o seu conhecimento, e potencialmente transferir informações que levam ao roubo de identidade. Aplicar as últimas actualizações e correcções de segurança do Windows é uma boa medida preventiva, para manter o sistema a funcionar e livre de spyware e de vírus. Ser proactivo em relação à detecção e à remoção de spyware, keyloggers e outros malwares é essencial, para manter seguros os dados pessoais armazenados no seu computador. Alguns programas de malware têm a capacidade de abrir o sistema para um criminoso cibernético remoto, possibilitando o acesso a todas as informações sem o seu conhecimento.

 

Usar senhas diferentes e fortes

As senhas que escolhe para aceder às suas contas online são o portal para a sua vida pessoal. Se usar uma senha fraca, que um hacker possa facilmente adivinhar, está a atrair problemas. Escolher uma senha diferente para contas diferentes é uma ideia sábia porque, caso ela caia nas mãos de um hacker apenas uma das suas contas ficará comprometida. Normalmente, os hackers assumem que a mesma senha é usada para várias contas, de modo que eles tentam aceder a outras contas online que lhe pertencem. Usar uma senha forte, também torna mais difícil para um hacker adivinha-la ou usar um aplicativo automatizado para descobri-la.

 

Browser com criptografia

O seu aplicativo do navegador de rede é basicamente o seu barco no vasto oceano que chamamos de Internet e, se ele for danificado, você vai enfrentar algumas ondas irregulares. Se o seu navegador estiver desactualizado, você corre o risco de ter um hacker a aproveitar-se de uma vulnerabilidade desse navegador, o que permite, potencialmente, que os dados transmitidos do seu computador sejam comprometidos. Usar um navegador de rede que contém criptografia interna e um detector de site de phishing é uma obrigação. Os sites de phishing são muito difíceis de serem reconhecidos, porque parecem reais. Um site de phishing é projectado para imitar um site real, tal como um site bancário, para que possa fornecer voluntariamente as suas informações pessoais. As informações pessoais colectadas em um site de phishing, geralmente terminam com o roubo da sua identidade.

 

Limite a quantidade de informações pessoais nas redes sociais tais como o Facebook

Limitando a quantidade de informações pessoais nas redes sociais, não terá que se preocupar em garantir que as configurações de privacidade estejam protegendo os seus interesses. Não só os hackers são capazes de obter as informações pessoais dos usuários de computador através do Facebook, como procuram-nas em outras redes, tais como o MySpace e o Twitter. Os hackers também criam vários esquemas, que executam nas redes sociais para engana-lo e convence-lo a digitar grandes quantidades de informações pessoais em um site desconhecido.

Receba todas as notícias e eventos no seu email