CIS | CNCS

Centro de Sensibilização

Consórcio

logo_consorcio_2_0

A coordenação geral deste projeto está a cargo do CNCS - Centro Nacional de Cibersegurança.

O CNCS - Centro Nacional de Cibersegurança atua como coordenador operacional e autoridade nacional especialista em matéria de cibersegurança junto das entidades públicas e das infraestruturas críticas, garantindo que o ciberespaço é utilizado como espaço de liberdade, segurança e justiça, para proteção dos setores da sociedade que materializam a soberania nacional e o Estado de Direito Democrático.

A DGE - Direção-Geral da Educação tem como missão a execução das políticas relativas às componentes pedagógica e didática da educação pré-escolar, dos ensinos básico e secundário e da educação extra - escolar. Através da Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas é implementada a integração curricular das TIC, dinamizados projetos com TIC, desenvolvidos recursos educativos digitais, promovida formação e capacitação docente e promovidas competências digitais na educação, numa perspetiva de educação para a cidadania digital. Desde 2004 que tem à sua responsabilidade o Centro de Sensibilização SeguraNet.

O IPDJ - Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. tem por missão executar uma política integrada e descentralizada para as áreas do desporto e juventude. Intervém na definição, execução e avaliação da política pública do desporto, promove a generalização do desporto, o apoio à prática desportiva regular e de alto rendimento, disponibilizando meios técnicos, humanos e financeiros. Dinamiza também o apoio ao associativismo, ao voluntariado e promoção da cidadania, à ocupação de tempos livres, à educação não formal, à informação e à mobilidade geográfica de jovens em Portugal e no estrangeiro.

A FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia iniciou a sua atividade em Agosto de 1997, sucedendo à Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT). A missão da FCT é promover continuadamente o avanço do conhecimento científico e tecnológico em Portugal, explorando oportunidades em todos os domínios científicos e tecnológicos de modo a atingir os mais elevados padrões internacionais de criação de conhecimento, estimular a sua difusão e contribuição para a melhoria da educação, da saúde e do ambiente, para a qualidade de vida e o bem-estar do público em geral.

A APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima é uma organização sem fins lucrativos assente no voluntariado, que apoia vítimas de qualquer tipo de crime, de forma pessoal, sensível e profissional, através da prestação de serviços gratuitos e confidenciais. Foi fundada em 1990 e conta até ao momento com 30 anos de experiência na informação, proteção e apoio a cidadãos vítimas de crimes. A APAV é a única organização em Portugal vocacionada para o apoio a vítimas de crime, violência ou discriminação com abrangência nacional.

A Fundação Altice Portugal é uma instituição privada, sem fins lucrativos e de utilidade pública, que tem por objetivo concretizar o compromisso de responsabilidade social da Altice Portugal. Promove o apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade e a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação nas geografias onde a Altice está presente em Portugal, procurando contribuir para a capacitação de instituições, para a inclusão social da população em risco de exclusão e para a dinamização da cultura e das artes. 

A Microsoft é uma das principais empresas do sector das tecnologias e tem contribuído para a promoção de uma utilização segura da Internet, desenvolvendo diversas iniciativas e parcerias com o sector público e privado no decorrer dos últimos anos. Os temas da ética e responsabilidade social são intrínsecos à missão da Microsoft, que todos os anos desenvolve ações de formação e sensibilização para a boa utilização da tecnologia e da Internet, envolvendo professores, alunos, encarregados de educação e parceiros empresariais.